Clippings


TESTE DE CLIPPING

Fonte: JC
Publicado em: 29/03/2016

TESTE




Polícia prende quadrilha após assalto a banco

Fonte: TV Jornal
Publicado em: 10/09/2014

A polícia prendeu uma quadrilha suspeita de assaltar uma agência do Banco do Brasil em Prazeres, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Um dos suspeitos rendeu os vigilantes usando uma arma de brinquedo. O grupo roubou, além do dinheiro, os revolveres dos funcionários. Cinco suspeitos foram presos e dois permanecem foragidos. Cerca de 20 policiais participaram da operação. Ação só foi possível porque informações sobre o possível assalto chegaram ao Disque-Denúncia, horas antes da ação.




Polícia prende suspeito de ter atirado vaso sanitário que matou torcedor, no Arruda

Fonte: Rádio Jornal
Publicado em: 05/05/2013

O suspeito foi levado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. Inicialmente ele negou ter envolvimento com o crime, mas após a polícia encontrar conversas no celular dele falando sobre o caso com integrantes de torcidas organizadas, ele confessou participação no assassinato e entregou o nome de mais duas pessoas. As identidades dos outros dois suspeitos não foram reveladas. O suspeito foi ouvido no DHPP, onde foi ouvido pela delegada Gleide Ângelo. Everton foi indiciado por homicídio qualificado e vai ser encaminhado ao Cotel. Ele foi preso após um telefonema anônimo recebido pelo disque-denúncia. Foi por meio de uma ligação do Disque Denúncia que o primeiro suspeito do assassinato de Paulo Ricardo Gomes Da Silva foi preso. Em 48 horas de campanha, nove denúncias foram registradas, um recorde, de acordo com Carmela Galindo, superintendente do órgão. Durante ligação ao Disque Denúncia, cada denunciante recebe um código responsável pela identificação da ligação. As ligações são feitas em sigilo absoluto. Através dele, o denunciante saberá se terá direito à recompensa de cinco mil reais, caso as informações levem aos suspeitos. O telefone do disque denúncia é o 3421.9595.




R$10 mil por informações sobre morte de médico

Fonte: G1
Publicado em: 13/04/2013

O Disque-Denúncia Pernambuco está oferecendo recompensa de R$ 10 mil para quem repassar pista que possa levar aos suspeitos de assassinar o médico Artur Eugênio de Azevedo Pereira, 36 anos, encontrado morto, nesta terça (13), às margens da BR-101 Sul, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. O corpo dele está sendo velado no Hospital Português, na área central da capital, e deve ser enterrado em Campina Grande (PB), cidade natal da vítima. Quem tiver informações sobre o caso pode ligar para (81) 3421-9595, que atende à Região Metropolitana do Recife e Mata Norte, ou (81) 3719-4545 (interior do estado). Também é possível repassar informações através do site da central, que permite o envio de fotos e vídeos. O serviço funciona durante 24h, todos os dias da semana. O anonimato é garantido. A vítima foi vista pela última vez na noite de segunda (12) ao deixar o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), em Santo Amaro, área central do Recife, onde trabalhava. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade, imagens das câmeras de segurança do prédio registraram a saída dele do local por volta das 19h30. Depois desse horário, Artur ligou pra mulher e disse que ia visitar um paciente no Hospital Português. Após a ligação, ele não fez mais contato com amigos ou familiares. O cadáver dele foi encontrado com quatro marcas de bala: três nas costas e uma na cabeça . De acordo com a polícia, o carro da vítima foi queimado e abandonado no bairro da Guabiraba, Zona Norte do Recife, nas proximidades do Centro de Treinamento do Náutico. Uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) periciou o automóvel. O caso está sendo investigado pela delegado Guilherme Caraciolo, da 1ª Divisão de Homicídios de Jaboatão, na Região Metropolitana. Artur era paraibano e atuava no HCP, Hospital das Clínicas, Imip e Português. Ele tinha família em Campina Grande e era formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O médico era benquisto e descrito como uma pessoa calma. O crime chocou parentes e amigos. Em nota, o Hospital das Clínicas, vinculado à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), lamentou o falecimento do médico. "Cirurgião torácico, ele trabalhava no HC desde junho de 2010, lotado no ambulatório de pneumologia da unidade. Era formado em medicina pela Universidade Federal de Campina Grande (2003) e possuía doutorado em medicina (cirurgia torácica e cardiovascular) pela Universidade de São Paulo (2011)."




Clique aqui para denunciar.

Ou ligue para uma de nossas centrais:
  Disque Denúncia em Pernambuco
  (81) 3421-9595 - Recife
  (81) 3719-4545 - Interior/Agreste

 Galeria de Campanhas

Clique sobre as miniaturas para ampliar as imagens: