Notícias


Publicado em: 24/10/2015

DD 20 Anos

O Disque-Denúncia de Pernambuco é pioneiro no serviço de central de denúncias no Norte e Nordeste do país e surgiu no ano 2000 inicialmente atendendo apenas a capital, Recife. Nestes quinze anos, a central recebeu mais de 415.000 denúncias dos moradores. Por meio dessas informações sigilosas, a polícia recifense pôde realizar 3.470 prisões, apreender 466 armas de fogo e quase três mil quilos de drogas, entre maconha, crack e cocaína.

 

Em dezembro de 2002, o Disque-Denúncia Pernambuco estendeu seus serviços para atender o agreste do estado, sertão e zona da mata sul. Nasceu assim o Disque-Denúncia Agreste, que tem sede em Caruaru e já recebeu 104.108 denúncias anônimas, possibilitando 1346 prisões e a apreensão de 400 kg de drogas e 2232 armas brancas e de fogo.

 

A fim de participar das comemorações pelo sucesso do projeto do Disque-Denúncia, que começou no Rio de Janeiro em 1995, a coordenadora do Disque-Denúncia pernambucano, Carmela Maria Galindo da Silva, estará no próximo dia 22 na solenidade em homenagem aos 20 anos do Disque-Denúncia fluminense, que será realizada no BarraShopping, na zona oeste da cidade. O evento é patrocinado pelo Grupo Multiplan.

 

Na ocasião, Carmela vai assinar a ‘Carta de Compromisso’ que será apresentada no evento. Neste documento, o Disque-Denúncia Pernambuco se compromete a intensificar campanhas de estímulo às denúncias sobre armas de fogo, com o objetivo de diminuir o poderio bélico dos traficantes e auxiliar a Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco na elaboração de estratégias de inteligência para desarticular quadrilhas especializadas na comercialização de armas.

 

A ‘Carta de Compromisso’ é uma iniciativa do Disque Denúncia do Rio de Janeiro e vem apoiar a proposta encaminhada ao Congresso Nacional pelo Secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, para aprimorar a política de controle de armas de fogo e munições, contida no Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/2003), endurecendo a pena para pessoas que forem flagradas com porte de arma de grosso calibre, de uso restrito das Forças Armadas.

 

“Este encontro celebrará a união entre as Centrais de Denúncia. Estaremos presentes para aderir à campanha nacional pelo desarmamento e compartilhar o resultado do trabalho de participação da comunidade no combate à violência. Assim como no Rio de Janeiro, onde o projeto nasceu, conseguimos aqui em Pernambuco esse importante apoio dos moradores contra o crime organizado. Somos há quinze anos um elo de confiança entre a população e a polícia, no qual nosso povo exerce a sua cidadania denunciando atos criminosos que colocam em risco a sua segurança”, comenta Carmela Galindo.

 

O Disque-Denúncia Pernambuco funciona mediante uma parceria com a Secretaria de Defesa Social do Estado.  

 

Além de Pernambuco, o projeto inovador do Disque-Denúncia do Rio de Janeiro serviu de inspiração para a criação de centrais em outros três estados: Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo; e já tem braços também fora do país, no Chile e na Argentina.




Clique aqui para denunciar.

Ou ligue para uma de nossas centrais:
  Disque Denúncia em Pernambuco
  (81) 3421-9595 - Recife
  (81) 3719-4545 - Interior/Agreste

 Galeria de Campanhas

Clique sobre as miniaturas para ampliar as imagens: